SINTRICOMB treinou quase três mil em segurança no trabalho

OUÇA O ÁUDIO DA ENTREVISTA

Quase três mil trabalhadores receberam treinamento sobre segurança do trabalho nos últimos seis anos pelo Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do Mobiliário de Brusque e região (SINTRICOMB). Eles foram orientados com base em duas Normas Regulamentadoras (NRs), a 18 e a 35, que tratam, respectivamente, das condições de organização nos canteiros de obra e segurança de serviços em altura.

O objetivo dos treinamentos é qualificar os empregados das empresas ou profissionais que atuam de maneira autônoma a trabalharem dentro do que determina a legislação federal. Com isso, busca-se reduzir o índice de acidentes causados nos locais em que obras da construção civil estão sendo executadas.

“O sindicato, como representante legal do trabalhador, tem essa função, de proteger sua categoria, seus associados e temos feito isso durante nossos mandato”, pontua o presidente da entidade, Izaias Otaviano, que coordena ação semelhante na Federação dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do Mobiliário de Santa Catarina (FeticomSC), na qual é diretor de segurança e saúde no trabalho.

Levantamento feito pelo setor de treinamentos do SINTRICOMB pontam que em 2016 houve o maior volume de trabalhadores que receberam os treinamentos. Foram 395 na NR 18 e 324 na NR 35. Um ano depois, em 2017, foi feita a segunda maior remessa de qualificações: 301 na NR 18 e 280 na NR 35.

Os dados foram catalogados na semana passada pelo SINTRICOMB dentro das ações voltadas ao Abril verde, período em que se trabalha as questões de saúde e segurança nos ambientes de trabalho. Esta semana, na quinta-feira, 28, será lembrado O Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho. Nesta data, entidades e órgãos ligados ao trabalho farão, em todo o mundo, ações voltadas ao tema.

Dados de organizações ligadas à saúde e segurança do trabalho, como a Organização Internacional do Trabalho, o Tribunal Superior do Trabalho (TST) e Observatório do Trabalho apontam que o Brasil ocupa o quarto lugar no mundo entre os países que mais registram acidentes de trabalho. Santa Catarina é o quinto estado do país no mesmo índice. Em média, por ano, mais de 500 mil pessoas sofrem algum tipo de acidente causado pela atividade de trabalho no Brasil.

DADOS SOBRE TRABALHADORES TREINADOS NO SINTRICOMB

2015

NR 18: 217

NR 35: 195

2016

NR 18: 395

NR 35: 324

2017

NR 18: 301

NR 35: 280

2018

NR 18: 245

NR 35: 214

2019

NR 18: 318

NR 35: 145

2020

NR 18: 229

NR 35: 133

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dez + um =

Pin It on Pinterest