DIEESE faz estudo sobre resultados e impactos das negociações coletivas

O Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (DIEESE) elaborou e divulgou levantamento de informações sobre o resultado das negociações coletivas de trabalho este ano. Os dados foram coletados junto a órgãos como IBGE e Ministério do Trabalho e Previdência Social.

A análise das negociações com data base em maio, encerradas até o final da edição desse Boletim, mostra que 54,5% dos reajustes ficaram abaixo da variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Até o momento, é o maior percentual de reajustes abaixo da inflação por data-base desde julho de 2021. Resultados iguais ao INPC-IBGE foram observados em 32,1% dos casos; e acima do índice inflacionário, em 13,4% (Gráfico 1).

Entre os reajustes acima do INPC-IBGE em maio, cerca de 90% resultaram em ganhos de até 0,5% acima da inflação. Entre os que ficaram abaixo da inflação, aproximadamente 18% registraram perdas de até 0,5%; e quase 45%, de 2% a 4%.

CONFIRA NO LINK ABAIXO O MATERIAL COMPLETO

ACESSE AQUI

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

treze + um =

Pin It on Pinterest