Reunião entre Sintricomb e Sinduscon inicia negociação coletiva

Foi dada a largada de forma oficial na negociação coletiva da construção civil e mobiliário de Brusque e região. Um encontro na tarde desta quinta-feira, 5, entre representantes do sindicato dos trabalhadores (Sintricomb) e dos empresários do setor (Sinduscon) abriu a etapa de discussão para definir, entre outros  pontos, o reajuste salarial das categorias, a vigorar, se houver acordo, a partir de maio.

A reunião teve a presença da responsável pela agência do Ministério do Trabalho e Previdência Social de Brusque, Leníria da Cunha, que intermediou a conversa. O encontro foi realizado nas dependências do Senai, na Avenida Primeiro de Maio.

O presidente do Sinduscon, Fernando José de Oliveira, disse na ocasião que houve já uma conversa preliminar entre os empresários que formam a diretoria do sindicato, mas que nada foi tratado em termos de acerto quanto aos pleito dos empregados. Um segundo encontro entre eles ocorrerá após a Páscoa para, aí sim, discutir a proposta recebida.

Para o presidente do Sintricomb, Izaias Otaviano, embora não tenha havido nenhuma decisão, o encontro serviu para tirar alguns encaminhamentos futuros. Entre eles estão cláusulas da Convenção Coletiva que já são asseguradas na Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) e, na visão dos empresários, é desnecessário mantê-las neste documento.

Os empregados solicitaram 8% de reajuste, tanto para quem recebe os pisos salariais da categoria, quanto para os que ganham acima deles. Otaviano acredita que haverá sensibilidade da classe empresarial em não apresentar contraproposta que esteja muito distante disso.

“Certamente será apreciada com bastante carinho, conforme eles mesmo disseram nesta reunião, mediada pelo Ministério do Trabalho. Que, depois da Páscoa sentamos novamente com uma proposta definida e vamos fechar o mais breve possível, porque isso é o intuito tanto do Sintricomb quantos do Sinduscon, como ficou dito nas próprias palavras do presidente e da comissão de negociação”, destacou.

Participaram ainda da reunião pelo Sintricomb os diretores da entidade Patricia Cestari e Ivonei de Souza, além do trabalhador Luiz Aquino Machado. Pelo Sinduscon ainda estiveram os empresários Ademir Jose Pereira e Valter Stoltenberg, que integram a diretoria do sindicato e a comissão e negociação.

A negociação afeta cerca de sete mil empregados na construção civil e mobiliário na região.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

cinco − três =

Pin It on Pinterest