SINTRICOMB e SINDUSCON discutem combate a irregularidades no setor

As ações em conjunto entre o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do Mobiliário de Brusque e região (SINTRICOMB) e o Sindicato das Indústrias da Construção e do Mobiliário de Brusque, Guabiruba, Botuverá e Nova Trento (SINDUSCON) vão voltar a ser intensificadas. Equipes das duas entidades vão realizar visitas com mais frequência para identificar situações sobre informalidade, não uso de itens de segurança e outros que são apontados como problemas no setor.

Esta semana, na última segunda-feira, 21, uma reunião entre os presidentes dos dois sindicatos, Izaias Otaviano (SINTRICOMB) e Ademir Pereira (SINDUSCON), além de representantes técnicos e diretores de ambos os lados, definiu as estratégias para esse trabalho. Trabalho em conjunto que já vem ocorrendo há algum tempo.

“É uma reunião que fazemos todo mês, na qual avaliamos tudo o que foi feito nas visitas em obras. Identificamos eu muitas empresa, principalmente as de pequeno porte, não estão respeitando as normas sobre segurança e saúde no trabalho”, comenta o presidente do Sintricomb.

Na conversa, ficou definido que o SINDUSCON vai auxiliar na cobrança junto a estas empresas para que cumpram o que determina a legislação. O objetivo é evitar que acidentes de trabalho ou situações de maior risco venham a ocorrer no setor.

As vistorias nas obras são feitas diariamente. O trabalho é executado por uma equipe formada por um diretor do SINTRICOMB e uma técnica em segurança do trabalho do SINDUSCON.

Na última semana, o trabalho de vistorias recebeu um reforço. Além da atuação junto com o SINDUSCON, o SINTRICOMB terá o apoio do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (CEREST), unidade de Blumenau. O órgão, que tem poder legal de embargar o andamento de obras, estará em Brusque para verificar a situação do setor ao lado das duas entidades sindicais.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dez − sete =

Pin It on Pinterest